TOP
Desenvolvimento Profissional Planejamento de Carreira Secretariado Executivo

“O novo perfil do profissional de secretariado”

Olá, Secretariando! Tudo bem por aí?

 

“O meu trabalho não é reconhecido”

“Eu não sou valorizado por tudo o que eu faço”

 

Eu aposto que em algum momento da sua vida você já falou algo parecido, já participou de uma conversa onde este era o tema ou pelo menos já escutou um colega fazer este tipo de afirmação.

 

Esses dias eu me deparei com o grande desafio que é o assunto “reconhecimento” para os profissionais que trabalham com suporte administrativo. Se você me acompanha por aqui, já sabe que estou em um emprego novo e, como tudo que é novo nos tira da zona de conforto, consequentemente também tem uma curva de aprendizado bastante significativa.

 

Pois bem, a minha experiência me diz (e eu gostaria de saber a opinião de vocês a respeito) que o fato não é que o suporte administrativo não tenha reconhecimento ou não seja valorizado, mas sim que ele é frequentemente desconhecido. Como eu posso valorizar algo que não conheço?

 

Quer saber se um assistente executivo é bom no que faz? Na maioria das vezes a maior prova disso é o fato de ninguém “notar” o seu trabalho. Sim, o suporte administrativo é feito nos bastidores e, quando bem feito, tudo flui tão bem, que “ninguém percebe” 😉 E o contrário tem se mostrado verdade: quando há muito “ruído” em torno do apoio administrativo geralmente temos um problema ou, no mínimo, uma oportunidade de melhora.

 

É óbvio que infelizmente existem empresas e gestores que não sabem valorizar ou reconhecer o trabalho administrativo, mas não estou falando deles aqui. Aqui estou falando daqueles que são excelentes gestores. E se eu te falar que na maioria das vezes eles ignoram a dimensão de tudo o que está por trás dos bastidores? E isso eu te falo por experiência própria – e quem nunca, não é mesmo?! 🙂

 

Sou parte de um projeto global na empresa onde estou atualmente, do qual participam muitos colaboradores, de todo o mundo. Cada profissional que nele atua tem sua posição e suas responsabilidades muito bem definidas, e muito se é falado sobre as tarefas de cada um desde o início. Exceto, para o suporte administrativo, claro!

 

É certo, eu sabia o que poderia oferecer com minha experiência, mas particularmente tive que quebrar muito a cabeça e “perder muito tempo” tentando entender o que era esperado de mim, como suporte administrativo. Até que uma “santa par” apareceu! Sim, eu nem sabia que ela existia e semanas depois que eu já estava lá, “consertando o avião em pleno voo”, ela me ligou do México para conversar comigo, me mostrar como ela tinha feito em outra região o mesmo trabalho que eu agora faria e compartilhou comigo ferramentas e informações que me foram muito úteis.

 

E foi aí que me deu um estalo! Por quê? Porque são técnicos treinando técnicos, gestores treinando gestores. E aí eu te pergunto: e quem deveria treinar uma assistente para um projeto tão específico e com tantas particularidades? Outra assistente – claro! Parece óbvio, mas nós não vemos isso acontecendo, nem mesmo neste projeto global tão bem estruturado. Não vemos estes recursos sendo alocados formalmente para atividades de capacitação, treinamento e desenvolvimento.

 

Se muitas vezes o assistente executivo não recebe treinamento e integração adequados, não é porque a empresa não o valorize, mas sim porque ignora a demanda e desconhece as necessidades, coisa que um outro assistente não apenas sabe como também domina! E aqui no meu exemplo ficou bem claro que já não existem mais barreiras geográficas para isso acontecer!

 

E por que eu acho este tema importante e quis compartilhar isso aqui com vocês? Não é para reclamar, e também não é para falar sobre colaboração entre assistentes – que, se você me acompanha, sabe que este é um tema que eu gosto muito! – mas não! Eu trago este assunto aqui hoje porque eu gosto de sempre trazer a peteca para o meu lado! Sim, se eu vejo um buraco, eu gosto de me propor a consertá-lo! Mas de qual peteca você está falando, Simone?

 

Esta semana eu tive a honra de entrevistar a queridíssima e talentosíssima Stefi Maerker – (fiquem ligados! Logo logo tem vídeo novo no nosso canal do Youtube com a entrevista dela respondendo perguntas enviadas por você, Secretariando!) e durante a nossa conversa a respeito do mercado de trabalho para o profissional de secretariado, ficou muito claro que o novo perfil do secretariado é um profissional mais estratégico, que abrace tarefas para além das administrativas e que tenha a capacidade de se desenvolver e se reinventar a medida que busca atender novas demandas. As demandas operacionais estão cada vez mais sendo automatizadas, e por isso nós precisamos ampliar a nossa visão, de forma a entender como podemos contribuir com valor para a empresa e para as pessoas com quem trabalhamos.

 

A situação que eu vivi me deu o insight para escrever este artigo e é apenas UM exemplo dentre tantas demandas que existem para o novo perfil do secretariado! Aproveitemos este momento para alavancar a nossa carreira e colocar em destaque a nossa marca! Sim, o mundo mudou, os negócios são mais voláteis, o mercado mais dinâmico e hoje você é um negócio de uma pessoa, e tem a sua própria marca, mesmo que ainda não tenha se dado conta disso. Então eu te sugiro: a partir de agora tome consciência do que tem sido a sua marca e torne-se o protagonista da sua carreira!

 

Eu acredito que a mudança começa em mim, em cada um de nós. Acredito também que toda evolução é um processo e que nós podemos ser co-criadores da nova realidade da nossa profissão.

 

Quais são os desafios que você tem enfrentado no seu dia a dia? Quais oportunidades você enxerga nestes desafios para trabalhar a sua marca, re-significar a sua carreira e co-criar o novo perfil da nossa profissão?

 

Eu não quis deixar essa pulguinha só atrás da minha orelha e por isso compartilhei com você! 🙂 Se você gostou do conteúdo, curta e mostre para um amigo! Se você tem outro ponto de vista ou um insight relacionado, comente! Vamos discutir este tema tão relevante e atual! Quer sugerir um tema para o Secretariado com Simone? Escreva-nos!

 

Obrigada por nos acompanhar! Grande abraço e ótima semana!

 

PSIU! Quer saber a opinião da Stefi Maerker sobre carreira e mercado de trabalho no Secretariado? Tá aqui, ó! 🙂

 

Author: Simone

Bacharel em Letras pela USP, Técnica em Secretariado Executivo, fluente em inglês, espanhol e português. Criadora do Secretariado com Simone, atualmente vivendo em Santiago do Chile.

Comentários

Tags:    

«
»