TOP
Desenvolvimento Profissional Planejamento de Carreira Recolocação Profissional Transição de Carreira

“Transição de Carreira – Dica #8: diferencie-se!”

Olá, pessoal!

Aqui estamos nós com mais uma dica diária e curtinha, sobre meus aprendizados com transição de carreira. Hoje vamos falar sobre a dica #8 que é: diferencie-se!

 

Eu sei, o mercado está bastante competitivo, cheios de profissionais bem qualificados e não é nada fácil diferenciar o seu currículo naquela pilha de outros tantos currículos com experiências similares à suas. Certo?

Errado!

Isso mesmo! Errado! E aqui eu vou te contar como você pode fazer o seu CV saltar aos olhos de um recrutador, e você vai ver que não é nenhum mistério: faça uma carta de apresentação!

Sim! Uma carta de apresentação é super importante, e se você não acredita em mim, deixa eu te contar que eu aprendi isso em um curso que eu fiz, ministrado por uma headhunter (continue lendo que eu te digo logo mais onde encontrar o material completo!).

 

É isso mesmo, caros coleguinhas! A carta de apresentação é super importante. Mas não estamos falando daquela carta em que você praticamente transcreve todo o seu CV, falando como VOCÊ é isso, como VOCÊ estudou aquilo, como VOCÊ é adequado para a posição, blá blá blá, zzzzzz… – “Próximo CV da pilha!”

 

Nãaao! Para que a carta de apresentação cumpra o seu papel de realmente destacar o seu currículo e chamar a atenção do recrutador, você deve falar DELES! Sim, da empresa para onde você está enviando o seu currículo.

 

Mas Simone, como assim? Gente, se tem uma coisa que nós humanos sabemos fazer bem é contar histórias! Conte uma história! Você se lembra que nós já falamos anteriormente da importância de você pesquisar sobre a empresa, certo? Pois bem, em sua carta de apresentação, diga a eles sobre como você se sente conectado com esta empresa. O que te chama mais atenção nesta empresa? É a forma como eles trabalham, é algo que eles fazem melhor que as outras, o destaque que tem no mercado, o clima laboral? Mostre que você entende a empresa!

Isso significa que você precisará dedicar-se para fazer uma carta de apresentação específica para cada vaga ou empresa para onde enviar a sua candidatura. Personalize, mostre que você dedicou tempo a isso, que você realmente se importa. E atenção, não se estenda muito, seja objetivo! 

 

Fazendo isso, a sua carta de apresentação te ajudará a construir uma ponte entre você e a empresa, e as chances do seu currículo ser selecionado para que o headhunter te ligue para saber mais sobre você com certeza aumentarão!

 

Agora, de nada adianta uma linda carta de apresentação, se com ela vier um currículo mal feito, certo? Amanhã a gente vai falar mais sobre isso! 😉

 

Tenha uma excelente semana, e até o próximo post!

 

Psiu 1: Se você está chegando agora, nós já completamos uma semana de posts diários sobre este tema! \o/ Para ver os artigos anteriores, clique aqui!

 

Psiu 2: Caso você queira acessar o conteúdo completo deste curso online que eu fiz, ele está disponível no Lynda.com, e o nome do curso é “J.T. O’Donnell on Making Recruiters Come to You”. O curso é em inglês e o conteúdo da plataforma do Lynda.com é pago. Então, caso você não fale inglês ou não possa investir nisso agora, continue ligado aqui no blog porque eu vou trazer todas essas dicas para compartilhar com vocês aqui, e o melhor: em português e 0800 🙂

 

Psiu 3: Se você fala inglês, está buscando material para se aperfeiçoar e pode investir nisso agora, vale a pena dar uma olhada nos cursos que oferece o Lynda.com!

 

Psiu 4: #naoepublipost 😉 é de coleguinha para coleguinha mesmo!

Author: Simone

Bacharel em Letras pela USP, Técnica em Secretariado Executivo, fluente em inglês, espanhol e português. Criadora do Secretariado com Simone, atualmente vivendo em Santiago do Chile.

Comentários

Tags:     

«
»