TOP
Carreira Secretariado Desenvolvimento Profissional Produtividade Secretariado Executivo

“Série: Aprenda a superar a procrastinação [Parte 2] – Como lidar com a falta de confiança.”

No artigo anterior nós aprendemos: 1) o que é procrastinação, 2) identificar se temos o hábito de procrastinar, 3) fizemos um exercício de auto-observação para entender o que, como e porquê procrastinamos e 4) entendemos quais são os sinais que podem nos alertar sobre um comportamento procrastinador. Portanto, se você ainda não leu o artigo anterior, sugiro que comece por ele, pois é uma introdução para esta série de artigos sobre o tema, assim você aproveitará melhor o conteúdo. Além disso, no artigo anterior eu fiz duas observações bem relevantes do ponto de vista da minha experiência com Produtividade no Secretariado, que tenho certeza que irão te ajudar! Vale a pena voltar lá e ler – eu prometo! Corre lá e eu te espero aqui! 🙂

 

Nós também vimos quais são os 5 principais motivos que levam as pessoas a procrastinar:

  1. Falta de confiança
  2. Distrações
  3. Estresse
  4. Bloqueio criativo
  5. Medo do trabalho

 

A partir deste artigo nós vamos conversar sobre como lidar com cada um destes vilões.

 

Hoje falaremos sobre como lidar com a falta de confiança. Muitas vezes procrastinamos porque não sabemos como executar a tarefa. Logo, pela falta de domínio sobre o assunto, não sentimos confiança para executá-la, os dias passam e vamos deixando esta atividade de lado. Vejamos a seguir algumas estratégias para lidar com esta situação:

 

Estratégia 1: assuma uma postura de aprendiz.

Se você tem dificuldades técnicas para realizar a tarefa, desenvolva as suas habilidades. Se for necessário, estude. Aperfeiçoe-se, aprenda a fazer melhor.

 

E aqui eu gostaria de adicionar algo que considero extremamente importante: não tenha medo de assumir que não sabe algo. Não tenha medo de aprender coisas novas. Não seja resistente ao novo, mantenha-se atualizado. Se necessário, busque colegas que possam te ajudar ou ensinar e ofereça a sua ajuda, orientação e mentoria sempre que puder!

O trabalho no Secretariado rende muito mais e ganha visibilidade na empresa quando trabalhamos em equipe. Quando há sincronia e comunicação o impacto positivo que estes profissionais causam na empresa é maximizado e notório. O oposto também é verdadeiro: a falta de comunicação e apoio entre pares de Secretariado causa retrabalho, gera ruídos desnecessários e faz com que a área de suporte administrativo seja improdutiva, ou menos produtiva do que poderia ser.

 

Estratégia 2: exercite uma mentalidade crescente.

Enquanto você executa tal tarefa, talvez perceba um pensamento passando pela sua mente: “você não sabe fazer isso” ou “você é péssimo nisso”.

Ao perceber este pensamento, experimente substitui-lo por “fazendo esta tarefa eu estou praticando e aperfeiçoando minhas habilidades” e “eu posso errar, mas para aprender eu preciso fazer”. O lema aqui é “produção antes de perfeição”.

 

Sobre este ponto eu gostaria de acrescentar algo que faz toda a diferença na minha rotina: pode parecer bobagem isso de prestar atenção aos pensamentos ou substituir maus pensamentos por pensamentos que tenham reforço positivo – mas não é. Eu te convido a testar isso e comprovar por você mesmo. Tenha uma atitude de trabalhar com mais presença no seu dia-a-dia. Saia do piloto automático. Sinta a sua respiração. Observe seus pensamentos. Escute as pessoas. Olhe nos olhos. Perceba teus sentimentos e entenda de onde eles vieram. Exercite a atenção plena no seu dia e na sua vida como um todo. Você pouco a pouco irá conseguir desvincular-se de seus pensamentos e entender que seus pensamentos não são você, eles são apenas pensamentos. Este exercício diário pode te ajudar a exercitar esta mentalidade crescente em todos os aspectos de sua vida e você, consequentemente, conseguirá identificar suas crenças limitantes e trocá-las por crenças fortalecedoras.

 

Estratégia 3: mentalize o resultado final.

Use a sua imaginação e pense em como você se sentirá bem ao finalizar este trabalho. Isso também pode te ajudar a superar a procrastinação.

 

Para encerrar o segundo artigo desta série, que é baseada no curso do LinkedIn Learning de Brenda Bailey-Hughes chamado “Como Superar a Procrastinação”, eu gostaria de te propor que a partir de hoje, se é que já não o faz, você comece o seu dia mentalizando o que você espera dele. Que ele seja leve, que ele seja produtivo, ou qualquer coisa que você quer que ele seja. Use a imaginação e visualize com luxo de detalhes. Comece o seu dia assim e perceba como você se sente.

 

Nos vemos no próximo artigo, quando conversaremos sobre o segundo vilão que nos faz procrastinar: as distrações! 😉

Author: Simone

Bacharel em Letras pela USP, Técnica em Secretariado Executivo, fluente em inglês, espanhol e português. Criadora do Secretariado com Simone, atualmente vivendo em Santiago do Chile.

Comentários

Tags:    

«
»